terça-feira, novembro 26, 2013

FIFA: Saem os negros e ficam os brancos.

O sorteio das chaves da Copa do Mundo 2014 acontecerá na Costa do Sauípe, Bahia, um dos estados com maior concentração de negros do país. A escolha do comitê local de organização da Copa não poderia ter sido mais óbvia: Camila Pitanga e, seu marido, Lazáro Ramos, que é baiano.
Mas essa escolha não agradou a FIFA: "afinal porque negros apresentariam o sorteio das chaves da Copa do Mundo?" Para FIFA isso é coisa para brancos. E assim se fez: a apresentadora, modelo e atriz Fernanda Lima e seu marido Rodrigo Hilbert substituíram o primeiro casal.
No mês da consciência negra no Brasil, a notícia não pareceu chocar a Rede Globo, patroa dos dois casais, e esconde isso da opinião pública. O triunvirato da Copa, FIFA, Globo e Governo, não se importam com o racismo, nem com as práticas racistas da FIFA, afinal, pra quem abriu mão da soberania para a FIFA, o que é um casal de negros ser vítima do racismo institucionalizado? Em nossa opinião é crime, para o governo do PT é normal. Essa é a diferença.

terça-feira, junho 26, 2012

Enquanto Belo Monte segue, ativistas tem prisão decretada.


Durante a Rio+ 20 foi realizado na cidade de Altamira o encontro Xingu + 23 que relembrava a luta em defesa do Rio Xingu há 23 anos atrás. A propósito disso e do crescente descontentamento com as condições de trabalho, por parte dos operários, e os questionamentos de ONG’s e de Comunidades Indígenas (que ocupam nesse momento o canteiro de obras de Belo Monte) feitos cada vez ao governo Brasileiro, a Justiça do Pará, negou habeas corpus preventivo a 11 participantes do encontro Xingu + 23 que estavam de prisão por causa das recentes manifestações no canteiro de obras.
A Justiça do Pará mais uma vez mostra a que veio, inocenta Seffer das acusações de pedofilia, não coloca em julgamento a autoria do massacre de Eldorado dos Carajás em Almir, que efetivamente deu a ordem ao Coronel Pantoja, e agora decreta prisão de ativistas que estão no efetivo direito de reivindicação e manifestação.
Nesse momento é importante a solidariedade com os companheiros do Movimento Xingu Vivo para Sempre e efetiva participação nos Comitês, a luta contra Belo Monte cresce a cada semana e com a Rio + 20, que foi muito mais um passeio para os Chefes de Estado e suas delegações, mostrou claramente que os governantes não estão “muito ai” para o Meio Ambiente, se os trabalhadores e vitimas da exploração irracional dos recursos não unificarem suas lutas, não serão os governos que ai estão que irão resolver alguma coisa. Mais informações XINGU + 23 e Xingu Vivo Para Sempre